Infelizmente esse site têm suporte para resolução de pequenos dispositivos. Pedimos desculpas e sugerimos que acesse através de um notebook ou computador.

EXCLUSIVO “Passa a R.O.T.A.” (homenagem do lendário Jorge Maravilha ao novo aviário tucano)

“Sabem… o Passaredo do Chico inspirou esta nova composição. Uma homenagem aos novos tucanos que chegaram nesta temporada eleitoral. Lembra que Chico falava o mesmo: é um rol, um elenco de passarinhos”. Com estas palavras, o lendário compositor Jorge Maravilha volta à ativa, abraçado ainda com a filha deserdada de um general aposentado. Na entrevista, falamos do humanismo que está na mira dos vereadores Conte Lopes, Telhada e Camilo.  Ainda tímido, o compositor deixou-nos aqui apenas a letra. “A música é do Chico, todos conhecem. Não vou gravar. A última vez, só me deu dor de cabeça. Antes fosse ressaca”.

Passa a R.O.T.A

Ói, o milico

Ói, olho roxo

Tortura no bambu.

Aí, chega e vira

Tem documento?

Saíram sem nenhum

Foge cambada

Rota tá ativa

Tonto, olhou pra mim

Xô! Tiro e sangue

Xô! Morto à fogo

Xô! Este tá no fim!

Some funkeiro

Anda craqueiro

Te esconde, meu guri!

Queima maloca

Fica a viúva

co´os bacuri…

.

Bico calado

Toma cuidado

Que os hôme vem aí

Os hôme vem aí

Os hôme vem aí

.

Ei! delegado,

Sub-prefeito

Um general aqui

“Xi! Viatura

Xi! Varredura”

“Tem que pagar pra mim!”

“Toma a coxinha.”

“Manda a notinha.

Finge que eu nem vi”

Sorri tucano,

Sorri reaça.

“Vai reagir….”

.

Bico calado

Muito cuidado

Que os hôme vem aí

Os hôme vem aí Os hôme vem aí

Deixe seu comentário

XHTML: You can use these tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>