“Quando Velha” – tradução de poema de W. B. Yeats

Quando velha Tradução: Rodrigo Suzuki Cintra   Quando velha e grisalha e cheia de sono, E cochilando ao fogo, resolver esse livro pegar, Lendo-o lentamente, sonhando com o doce olhar Que costumavas ter, com suas sombras de abandono;   Quantos amaram teus momentos de imensa graça, E amaram, de verdade ou não, tua beleza, Mas apenas um homem amou tua tristeza, E amou os sofrimentos de tua face em mudança;   E ao dobrar-te sobre as brasas para vê-las, Murmurar, quase infeliz, como voou o amor radiante, Passou por cima das montanhas logo adiante, E escondeu sua face ao meio de um milhão de estrelas.     When you are old W. B. Yeats   When you are old and grey and full of sleep, And nodding by the fire, take down this book, And slowly read, and dream of the soft look Your eyes had once, and of their shadows deep;   How many loved your moments of glad grace, And loved your beauty with love false or true, But one man loved the pilgrim soul in you, And loved the sorrows of your changing face;   And bending down beside the glowing bars, Murmur, a little sadly, how Love fled And paced upon the mountains overhead And hid his face amid a crowd of stars.  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *