Os Letristas Repudiam os Caluniadores do Chaplin

[Texto escrito pelos fundadores originários do movimento Letrista em resposta ao manifesto do braço da Internacional Letrista fundado por Guy Debord, em 1952. Ambas as cartas foram publicadas na revista Internationale Lettriste 1. Traduzido do francês por Eduardo Liron]

Os membros do movimento letrista se reunem sobre a base de novos princípios de conhecimento e cada um mantém sua independência quanto aos detalhes de aplicação destes princípios. Todos sabemos que Chaplin foi um “grande criador da história do cinema” mas a barroca e “completa histeria” que envolveu sua chegada à frança nos incomodou, como a expressão de qualquer desequilíbrio. Nós temos vergonha que falte hoje ao mundo valores mais profundos que estas, secundárias, “idolatrias” do s “artistas”. Os letristas signatários do tratado contra o Chaplin são, isoladamente, responsáveis pelo conteúdo ultrajante e confuso de seu manifesto. Como nada está resolvido neste mundo, “Charlot” recebeu, junto com seus aplausos, o respingo dessa irresolução. Nós, os letristas que, desde o princípio, nos opusemos ao tratado de nossos camaradas, rimos diante da expressão embaraçosa retirada a amargura de sua juventude. Se Charlot devia receber a lama, não deveríamos ser nós a jogá-la. Há outros, pagos para isso (o procurador geral, por exemplo). Nós não solidarizamos, portanto, com o tratado de nossos amigos e nos associamos à homenagem dedicada a Chaplin por toda a população. Os outros grupos letristas terão, por sua parte, de se explicar acerca deste assunto, em suas próprias revistas ou na imprensa. Mas o Charlot e tudo isso não constituem mais que uma simples nuance. Jean-Isidore Isou, Maurice Lemaître, e Gabriel Pomerand

AGRESTE, ou Agrupamento de Estudos Excêntricos, é um rincão virtual para intervenções e instalações de movimentos e pulsões marginais (Precarizadxs, Terroristas, Extrañxs, Messias, Negradas, etc.). No Blog da Zagaia, o periódico AGRESTE mantém uma coluna de traduções.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *