Impressões sobre um cinema de arquiteto

Essa experimentação surgiu de uma conversa sobre as impressões do filme #eagoraoque, de Rubens Rewald e Jean-Claude Bernardet. O resultado é essa colagem de pensamentos, que surigiram a partir das interlocuções entre diversas pessoas.

   

1 – Texto “Por um cinema de pedreiro” por Lincoln Péricles, disponível aqui.

2 – Entrevista do Coletivo Zagaia com Vladimir Safatle, disponível aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *