Vitória – Poesia

Vitória? Será o fim da infância este crime de guerra a nudez da moral, uma escolha uma fuga esperada?   Ela me dizia “O amor é sem medo”   Mas haverá “o amor” neste mirar o horizonte com ganas de um espelho?   ou enxergar mais ardor na pátria que no homem e ainda inventar pequenas túlipas vermelhas em nossas lapelas?   talvez celebrar, brindar à nossa eternidade elevar-nos como artistas acenando ramalhetes de flores   enfim dar ao dinheiro mais valor e ao nosso “amor” o sexo como moeda de troca    

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *