Vade Retro! [Poema falado] – Poesia

[Interpreta Selinho Tambureco] . Me deixam bem puto Nessa vida puta No seio da luta As merdas que escuto   Já que não disputo [Hein, filho da puta?] Qual você disputa Ser o absoluto   O que pensa: “Penso! O outro que faça!” Ah… vai te catar!   Vai, que eu me dispenso De com tal desgraça A meu lado andar .

Selito SD: sambista, compositor e pesquisador ligado ao Movimento Cultural Projeto Nosso Samba de Osasco, Geógrafo pela USP, um dos editores desta revista e integrante do Coletivo Zagaia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *