Entrevista com os Coletivos cinematográficos Alumbramento, Ceicine e Filmes de Plástico Introdução

Nos últimos anos uma intensa movimentação de jovens diretores sacudiu o marasmo do cinema nacional. Cidades como Fortaleza, Recife, Celândia e Contagem tornavam-se referência de uma nova e criativa cinematografia. Muitos apressaram-se a chamar de movimemto. Alguns intitularam-se líderes de um novíssimo cinema brasileiro. Passado o furacão torna-se possível aproximar-se dos filmes e diretores que participam deste processo e tentar compreender o que pensa essa nova geração. A Zagaia preparou 12 perguntas e enviou para 3 dos mais importantes coletivos cinematográficos do país: Alumbramento de Fortaleza (Ceará), Ceicine de Ceilândia (Distrito Federal) e Filmes de Plástico de Contagem (Minas Gerais). As respostas foram surpreendentes. Nos encontros e desacordos, perspectivas e projetos diversos foram surgindo. E é nesta diversidade que a teia do novo tece seus laços. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *